Páginas

sábado, 9 de janeiro de 2021

Jandaíra: A prefeita Marina Dias Marinho participou de reunião com a governadora e demais prefeitos e secretários municipais de saúde sobre a imunização contra Covid-19 no RN; estado prevê chegada de vacinas até dia 31 de janeiro.

 




Uma reunião realizada na manhã desta sexta-feira (8) entre o governo e prefeitos e secretários de saúde dos municípios do Rio Grande do Norte discutiu o plano de operacionalização para imunização contra a Covid-19. Na reunião, a governadora Fátima Bezerra (PT), afirmou que a previsão é que o estado receba as primeiras doses para a aplicação da primeira fase até 31 de janeiro.

A vacinação no estado, porém, depende do envio dos imunizantes por parte do Ministério da Saúde, distribuídos dentro do plano nacional de imunização. De acordo com o governo, o estado vem adquirindo e organizando o estoque já existente de seringas. O Ministério da Saúde assinou o contrato na noite desta quinta feira (7) de 46 milhões de doses da vacina Coronavac do Butantan, sendo 8 milhões ainda na primeira fase da vacinação. O pedido de uso emergencial foi apresentado à Anvisa nesta sexta (8).

De acordo com o governo, o Rio Grande do Norte possui em estoque 900 mil seringas em estoque e está em fase de aquisição mais dois milhões, segundo o governo. O material em estoque deverá ser usado na primeira fase da vacinação e o restante nas outras fases.

"Até o final desse mês as vacinas começarão a ser distribuídas para os estados. O Rio Grande do Norte foi o primeiro a fazer seu plano estadual. ", afirmou Fátima.


Segundo o secretário de saúde do estado, Cipriano Maia, com a chegada da vacina, o estado começará a imunização em 72 horas.

A aplicação das vacinas será de responsabilidade dos municípios, porém o recebimento e a distribuição entre as cidades ficará sob responsabilidade da Secretaria Estadual de Saúde.

Ainda de acordo com o governo, o estado conta com um ultrafreezer, sete câmaras frias de mil litros, além de 18 câmaras frias de 1000l - três para cada uma das seis regionais de saúde. No Centro de Referência em Imunobiológicos Especiais são duas câmaras frias de mil litros, uma câmara fria de 340 a 400 litros, além de 28 Câmaras frias de 340 a 400 litros distribuídas em quatro municípios, além de oito câmaras frias de mil litros. Em parceria com a UFRN, são sete ultrafreezer para armazenamento das vacinas.

Na reunião, o secretário Estadual de Saúde, Cipriano Maia, destacou que o Estado depende da autorização da Anvisa para organizar o cronograma, porém já existem as fases estabelecidas. Para a primeira fase no RN, está prevista a aplicação de 239.636 doses da vacina, sendo 79.638 em profissionais de saúde, 133.621 em idosos com 75 anos ou mais, 2.000 doses para idosos em instituições e abrigos, 2.447 em indígenas e 18.310 para os quilombolas.

Sem comentários:

Publicar um comentário